Como Fazer um Cinto para Dança do Ventre?


Primeiro escolhe-se o formato do cinto.

Existem dois modelos de padrão preferidos: o egípcio de forma estreita em frente, mais amplo nas costas (a parte mais larga é a de trás) e o turco em que forma um triângulo na frente e na traseira. Devido a estas mesmas formas lembra-te que o trabalho poderá tornar-se minucioso e terás de ter paciência.

Ambos os modelos podem ser combinados: um triângulo na frente e amplas formas egípcias nas costas, sendo este muito recomendado para as mulheres mais cheiinhas ou de ancas mais volumosas.




Esta forma deve ser adaptada à figura. No caso de figura mais volumosa/forte o cinto deve de ser mais largo (para além de maior também), no caso de figuras magras o cinto deve de ser mais estreito. Adeqúem sempre o tamanho do cinto ao vosso tronco.

Com o modelo escolhido e as medidas tiradas vamos começar a fazer o cinto. Prepara um "corpo" de várias camadas de tecido como base para os bordados. É aconselhável usar dois pedaços de tecido forte (por exemplo moleton) e assim a base do cinto ganha alguma substância, ou uma entretela mais forte para tornar o cinto mais “robusto”.




Atenção que e muito embora o cinto tenha de ficar forte, não o deve ser em demasia para que se consiga moldar ao corpo parecendo que faz parte dele.

Estes 3 tecidos são presos com alfinetes e “zigzagueados” juntos. O projecto ganha forma! Se achares que fica demasiado robusto opta por apenas duas camadas.




Vamos agora cobrir a base com o tecido escolhido que pode ser do mesmo do do traje. No caso de se querer aplicar sequins e missangas é preferível usar um tecido elástico ou Lycra da mesma cor que o traje ou outra que seja do nosso agrado.




Outras possibilidades são bordados, rendas, veludo e seda, etc., não há limites para a fantasia, com bom gosto tudo é permitido.

Lembra-te de que se não tapares toda a superfície, as costuras devem ficar bem finas, quase invisíveis, o que dá algum trabalho. Agora tens de escolher qual o lado do cinto que deve ser fechado. A maioria dos trajes egípcios são do lado esquerdo mas não há nenhuma regra.

Atenção: antes de coser as laterais lembra-te que os bicos do modelo turco têm de ficar exactamente no centro, longitudinal, do teu corpo. Quando colocares os colchetes e coseres, coloca a parte frontal sobre a parte traseira a fim de que a costura fique “invisível” á frente. Usa pelo menos dois colchetes grandes.



Já acabaste?!

Podes sentir-te realmente orgulhosa! Já tens o teu cinto!


7 comentários:

Paulo Koallupi disse...

na existe dança mais bonita e sensual que esta! kisstuh de Coimbra

Anónimo disse...

que material é esse que a gente corta o formato do cinto?

Oriental Arte disse...

Olá anónima/o!

O material que costumamos usar é entretela (da mais forte). Caso não haja tão forte quanto desejavel é só fazer várias camadas (parece papel e há de cor branca ou preta). Vende-se ans lojas de tecidos ou retrozarias.

Divinas danças

Stefani + Carlos = Evelyn disse...

olá, obrigada por ajudar, queria saber muuuuito o nome dessa musica que ta rolando vou fazer uma dança e queria muito dançar com ela!!! fani.hell@hotmail.com

silwia disse...

olá,adporei seu blog,gostaria de saber como colocou essa musica de fundo,como fazer isso?
se puder me ajudar obrigada1

Anónimo disse...

quero compra,
aonde e que se encontra roupa do ventre,na cidade?em que local?

Amanda disse...

oi quero compra a roupa,aonde encontra?